Plano de Formação
Apresentação

No final da década de 80 as dificuldades de acesso ao crédito rural motivou algumas organizações do Sudoeste e Centro Oeste do Paraná a estruturar um fundo de financiamento para a agricultura familiar, o Fundo de Crédito Rotativo - FCR. Mais tarde, em 1995 nasce o Sistema Cresol, constituindo as cinco primeiras cooperativas nos municípios paranaenses de Dois Vizinhos, Marmeleiro, Capanema, Laranjeiras do Sul e Pinhão. 

 

Muitos momentos importantes constituem a história da Cresol, dentre eles a criação do Instituto de Formação do Cooperativismo Solidário em 2005, reconhecendo a formação como um papel fundamental e estratégico para o desenvolvimento do Sistema Cresol.

 

Desta forma, a formação se torna a base que fundamenta parte do projeto cooperativista, e é por meio dela que se pode construir um desenvolvimento no qual as pessoas possam recriar seus modos de vida cooperativamente.   

 

O envolvimento e o trabalho de formação e informação é uma das vertentes do cooperativismo solidário, que busca constantemente melhorar e ampliar suas ações.  

 

Assim, o Sistema CRESOL e seu Instituto de Formação - INFOCOS organizam seus processos de formação, capacitação e treinamentos num Plano de Formação, estruturado em dois eixos: 

 


Cooperativa Escola

São direcionados à formação, capacitação e treinamento de conselheiros e colaboradores do Sistema Cresol. Sendo assim, ele está assim organizado segundo o formato abaixo.

Conselheiros

A formação de conselheiros objetiva capacitar diretores para o exercício de cargos estatutários atribuídos à sua função nas cooperativas singulares. 

Sendo assim, contempla em sua grade um processo contínuo de capacitações, cursos e treinamentos, distribuídos em cursos presenciais e à distância, dentre eles:

 

Curso para Candidatos a Conselheiros Fiscais e Administrativos (presencial)

 

São cursos oferecidos aos associados que desejam participar dos processos eleitorais em suas cooperativas, com foco no cooperativismo de crédito solidário. Se trata de uma exigência regimental, ou seja, obrigatório. Oferecido todos os anos, com turmas regionalizadas, para atender as cooperativas que terão processos eleitorais.

 

Curso para Conselheiros Eleitos Fiscais e Administrativos (presencial)

 

Curso oferecido aos associados que foram eleitos nos processos eleitorais, durante as Assembleias de suas cooperativas. Conteúdo desenvolvido com base na orientação das funções estatutárias de cada cargo, para Conselho Fiscal e para Conselho de Administração. 

 

Curso Avançado para Conselheiros de Administração (presencial)

 

Curso oferecido para a formação continuada dos Conselheiros de Administração que atuam nas Cooperativas Cresol. Possui grade curricular que alterna os conteúdos a cada quatro anos, olhando quatro grandes áreas de gestão, sendo elas assim distribuídas:

  • 2015- Ano I - Gestão da Carteira de Crédito.
  • 2016- Ano II - Gestão Estratégica
  • 2017- Ano III - Gestão Financeira
  • 2018- Ano IV - Gestão Política

Curso Avançado para Conselheiros Fiscais  (presencial)

 

Curso oferecido para a formação continuada dos Conselheiros Fiscais que atuam nas Cooperativas Cresol. Possui grade curricular que alterna os conteúdos  de acordo com atribuições orientadas por uma súmula de trabalho. 

 

Curso de Gerenciamento em Cooperativas de Crédito - GERCOOP (presencial e à distância, sendo portanto misto): 

 

O objetivo central do GERCOOP é oferecer conhecimentos técnicos específicos de instituições financeiras cooperativadas a todos que têm responsabilidade na administração direta das cooperativas do Sistema CRESOL BASER. 

 

Tem como público principal Conselheiros Presidentes das Cooperativas Singulares e Regionais; futuros Conselheiros, cujas pessoas estão sendo preparadas para assumir a Presidência da Cooperativa Singular, e Quadros técnicos do Sistema Cresol interessados em qualificar seu currículo para futuros cargos executivos, segundo análise da área de Recursos Humanos. 

Colaboradores

A formação de colaboradores tem o objetivo de qualificar o quadro de funcionários, considerando suas diferentes funções e atribuições nas cooperativas onde atuam. Para isso, é desenvolvido um processo de formação continuada, subsidiado por capacitações que iniciam logo após sua contratação, com outros inúmeros cursos, principalmente no formato EAD.

 

Desta forma, a sequência utilizada para a capacitação segue uma ordem pré estabelecida:

 

Curso Bem-Vindo à Cresol 

 

Este curso é o primeiro contato do novo colaborador com o Sistema Cresol. Ele acontece no formato EAD e traz uma apresentação institucional do Sistema Cresol, sua história e trajetória, abrangência, instâncias, bem como uma contextualização sobre o cooperativismo de crédito solidário. Além disso, objetiva integrar os novos colaboradores, proporcionando não apenas informações, mas a filosofia da Cresol.

 

Curso de Integração para Novos Colaboradores 

 

Neste momento que acontece presencialmente, são apresentados aos novos colaboradores todas as informações que necessitam ser consideradas para o bom desempenho e trabalho nas cooperativas onde atuam, aliadas à missão, visão e valores do Sistema Cresol. Sendo assim, também é um espaço onde é possível conhecer mais detalhadamente suas atribuições.

 

Além disso, constitui-se num belo momento de integração e interação entre colaboradores de todos os estados de abrangência do Sistema Cresol, além de proporcionar que todos eles conheçam a Central Cresol Baser e suas coligadas.

 

Cursos EAD

 

Após a conclusão do Curso Bem-Vindo à Cresol e Curso de Integração para Novos Colaboradores, é fundamental que o processo de qualificação e formação tenham continuidade. 

 

Considerando a ampla abrangência geográfica do Sistema Cresol, os cursos na modalidade à distância constituem-se numa alternativa interessante de acesso rápido e flexível a todos. Sendo assim, o Sistema Cresol e o Instituto Infocos contemplam em sua grade um amplo número de cursos pensados com o intuito de qualificar tecnicamente o desempenho de funções dos colaboradores, com conteúdos direcionados à seus cargos e atribuições.

 

Portanto, este processo de construção e oferta de cursos EAD é contínuo, se ampliando mensalmente, com o objetivo de qualificar cada vez mais o trabalho dos colaboradores nas cooperativas onde atuam.

 

Para isso, o Sistema Cresol possui um espaço de formação na modalidade à distância, denominada Cresol EAD, onde é possível todos os colaboradores obterem acesso aos cursos, utilizando a plataforma moodle. Este ambiente foi totalmente reformulado a partir da ampla demanda em atender todos os estados, melhorando o layout, o formato dos cursos e a oferta contínua de novos treinamentos, atraindo cada vez mais a participação dos colaboradores.


Cresol Comunidade

Formação de cooperados associados à CRESOL. Estão estruturados em programas institucionais, descritos na sequência:

Programa Agentes Comunitários de Desenvolvimento
O Programa de Agentes Comunitários de Desenvolvimento é um processo de formação desenvolvido pelo Sistema Cresol, visando o fortalecimento da cooperativa junto ao seu quadro social. O Programa foi criado em 2000, evidenciado pela necessidade de manter um processo organizativo e de formação a partir das cooperativas e entidades parceiras.
 
O Programa é realizado diretamente onde está o associado, desencadeando troca de experiências práticas, orientações produtivas, formações técnicas e políticas que geram uma articulação entre a formação de consciência cooperativista e de classe dos participantes, aliado ao fortalecimento produtivo, buscando a geração de renda e a inclusão financeira das famílias.
 
Os agentes são formados por lideranças que representam a cooperativa em suas comunidades. Eles reúnem-se de acordo com a organização de cada grupo para diálogos e debates em torno de temáticas pertinentes ao contexto local, regional e territorial. Por isso, contempla  jovens, mulheres e  idosos, além de empreendimentos da agricultura familiar e unidades produtivas de referência.
 
Também, como critérios para escolha dos Agentes está a necessidade de ser sócio ativo na Cresol, escolhido pelo Conselho de Administração da cooperativa e/ou unidades de atendimento, representar a comunidade, ser atuante e possuir disponibilidade para participar das reuniões e formações. Além disso ele precisa estar consciente da sua atuação como multiplicador dos conhecimentos e práticas. 
 
A formação dos grupos de Agentes deve respeitar a abrangência das unidades de atendimento, sendo necessário no mínimo 10 lideranças, com a inclusão mínima de 30% de jovens e mulheres. Cada grupo possui um coordenador, membro do Conselho de Administração. A renovação de pelo menos um terço dos agentes deve ocorrer a cada três anos.
 
Muitos benefícios são agregados aos Agentes, dentre eles a oportunidade de receber e trocar experiências dentro da perspectiva do cooperativismo, qualificando a formação pessoal e também a rede de contato com pessoas, entidades, universidades e organizações, além de receber certificação.
 
O papel do INFOCOS é contribuir na articulação do Programa, bem como elaborar todo material que serve como subsídio para os debates e diálogos nos grupos. Além disso, o INFOCOS também organiza a metodologia e a proposta de trabalho para os dias de formação.
Programa Gênero e Geração no Cooperativismo Solidário
O Programa busca fortalecer as relações familiares, valorizando o potencial, o trabalho e a identidade das mulheres e jovens, promovendo sua participação na unidade familiar, na comunidade, nos espaços de formação e nos grupos produtivos. O programa é coordenado por um grupo gestor que conta com representantes das organizações parceiras e de coordenadoras regionais.
 
O Instituto INFOCOS é responsável pela elaboração dos materiais pedagógicos como cartilhas e manuais, além da orientação pedagógica que norteia os dias de formação.
Programa Cooperativismo nas Escolas
1. Um Olhar para o Futuro: 
 
O Programa Um Olhar para o Futuro teve suas atividades iniciais através de um projeto piloto no ano de 2011, realizando as aulas de Cooperativismo nas Escolas de quatro municípios no Estado do Paraná: São João, Verê, Mangueirinha e Salgado Filho, com aproximadamente 270 educandos. Em 2012, o número aumentou, tendo a participação de 22 municípios do Paraná e oito em Santa Catarina. Neste mesmo ano foi lançada a Coleção Um Olhar para o Futuro com histórias e quadrinhos e encartes com atividades pedagógicas, material este construído pelo Instituto INFOCOS.
 
O objetivo geral do Programa é proporcionar o conhecimento para as crianças sobre o cooperativismo solidário, a agricultura familiar e a educação financeira, além de incentivá-las à cooperação, ressaltando a importância dos valores humanos nas ações do dia a dia - solidariedade, ajuda mútua, ética e responsabilidade e preservação do meio ambiente.
 
Portanto, para a realização deste Programa, busca-se a escola por ser uma instituição que pode nos auxiliar para guiar esse processo de aprendizagem e desenvolvimento, de modo organizado e sistematizado. Nesta perspectiva de união, o Programa Um Olhar para o Futuro vem somar com as ações desenvolvidas nas escolas, além de contemplar conteúdos de maneira político-pedagógica e recreativa, estimulando assim, as práticas cooperativas.
 
O Programa possui uma proposta pedagógica privilegiando o conhecimento local, informal, os saberes populares e a cultura dos educandos. Por isso, possui 2 eixos de trabalho: educação financeira e educação cooperativista, com valorização da interdisciplinaridade. 
 
O Programa é realizados nas escolas da rede municipal após autorização da Secretaria de Educação e/ou Superintendência de Ensino. Os encontros tem participação dos educandos matriculados no 5º ano do ensino fundamental e será executado pela Cooperativa Cresol e seus Agentes de Formação Infantil. Em casos especiais poderá ser executado no 4º ano, conforme orientação do INFOCOS. 
 
As atividades têm início no mês de março e término em novembro. As aulas acontecem através de um encontro mensal, totalizando sete aulas com duração de 1h30min a 2h/cada e um intercâmbio nas cooperativas, além da possibilidade de conhecerem propriedades rurais de agricultores familiares. As aulas devem respeitar o cronograma escolar e as orientações do(a) Diretor(a) Pedagógico das escolas participantes.
 
O Programa é subsidiado pela proposta pedagógica e pela Coleção de livros construída pelo INFOCOS, divididos em 7 livros: Somos seres sociais e cooperativos; O que é cooperativismo; Surgimento do Cooperativismo; Como funciona uma cooperativa; Educação financeira; Valores e princípios do cooperativismo e Tipos de cooperativas no Brasil.
 
2. Programa de Jovens:
 
O Programa Juventude do Campo é uma iniciativa da Cresol e das demais Organizações da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado Paraná. Ele se fundamenta no desenvolvimento de estratégias para maior promoção do desenvolvimento rural com sustentabilidade, objetivando o fortalecimento da sucessão familiar e a integração das políticas de agregação de valor. O Programa atende jovens com idade entre 16 a 29 anos, filhos e filhas de Agricultores Familiares, buscando proporcionar processos educativos continuados, visando à formação da Juventude Rural como forma de estimular a sua permanência no campo, com geração de renda, qualificação social, profissional e formação de lideranças.
 
O Programa tem duração de dois (2) anos e abrange atualmente as Regiões Sudoeste, Fronteira, Cataratas e Metropolitana, todas no Estado do Paraná, com trabalhos em municípios com abrangência das Cooperativas e Organizações da Agricultura Familiar e Camponesa. Ao todo são cinco municípios, e aproximadamente, 150 jovens envolvidos. As ações macro do Projeto serão acompanhadas por um Grupo Gestor, formado por representantes da Cresol Baser, UNICAFES Paraná, Instituto INFOCOS, ASSESOAR e contará com apoio das Bases Regionais, das Cooperativas e Movimentos Populares.
 
O foco deste Programa se concentra na inclusão da Juventude nas Cooperativas de Produção, Comercialização, Crédito e demais Organizações com Interação Solidária, onde vários trabalhos formativos são realizados para consolidar o papel do jovem enquanto sujeito de transformação a partir do meio em que vive. 
 
O Programa Juventude do Campo é articulado e executado através de ações contínuas e complementares de formação social, produtiva, comercial e econômica, implementadas pelas Cooperativas locais e demais Organizações da Agricultura Familiar e Economia Solidária. O processo de desenvolvimento e implementação acontece de maneira interativa e complementar, buscando fortalecer o empoderamento dos Jovens na Unidade Familiar e ampliar sua participação social.
 
O Programa possui 14 etapas presenciais, totalizando 224 horas, que podem ser ampliadas de acordo com a assimilação e envolvimento dos participantes.
O processo de formação se dá em quatro eixos centrais com temas pré definidos e temas transversais de acordo com as demandas dos jovens, buscando fortalecer debates sobre Políticas Públicas, Conjuntura do Sistema Agrícola e Pecuário brasileiro, Educação, Relações Sociais, Produtivas, Econômicas e Cooperativismo Solidário.
 
Na primeira fase do Programa é realizado processo de sensibilização das Cooperativas e Organizações parceiras, articulando de forma participativa a estratégia e a definição dos jovens que farão parte do Programa Juventude do Campo. Esta articulação é desenvolvida de forma participativa, mas com a utilização de critérios que viabilizem a inclusão de jovens com predisposição e condições pessoais para implantar projetos inovadores de produção e vida familiar.
 
Na segunda fase, o Programa prevê a realização de ações formativas que modelarão os participantes, viabilizando a abertura e dinamicidade para construção de projeto de produção e vida sustentáveis. Esta formação deverá ser realizada de forma inovadora, valorizando a participação juvenil, mas também ampliando o seu empoderamento diante dos desafios presentes no cenário produtivo, social e econômico da Agricultura Familiar.
 
O Programa também objetiva o acompanhamento técnico visando diagnosticar a realidade de suas Unidade de Produção, ajudando a construir Projetos Profissionais de Vida dos Jovens (PPVJ), gerando ações locais, regionais e estaduais, implementados com metodologia multiplicadora para novos participantes, garantindo assim, a implantação e financiamento de projetos sustentáveis e a continuidade dos processos gerados no Programa Juventude do Campo. 
Cresol Habitação
O Programa Nacional de Habitação vem beneficiando famílias associadas da Cresol desde 2004, e é desenvolvido em conjunto com o acompanhamento social das famílias. Este Projeto Trabalho Social (PTS) promove oficinas que são desenvolvidos temas de Cooperativismo e Educação Financeira;  Relações Sociais e Qualidade de Vida; Educação Sanitária e Organização do Espaço Externo, subsidiados por materiais e metodologia elaboradas pelo INFOCOS.
 
O Projeto Trabalho Social mobiliza Oficinas que impulsiona o beneficiário a grandes melhorias, os remetendo muito além que meras atitudes teóricas, mobilizam atividades práticas que proporcionam um aprendizado duradouro.
 
O processo realizado durante as oficinas (Coleção Habitasol) visa valorizar a vivência no campo e os saberes populares, pois melhora o espaço onde se vive não implicando somente na casa nova, mas a partir dos conhecimentos técnicos discutidos para melhorar a produção de alimentos, o cuidado com o meio ambiente, a diversidade na produção e a melhoria da qualidade de vida da família.
 
Todo o trabalho realizado em torno da casa própria é de grande valia, no entanto o que aproxima as famílias ao trabalho de manutenção, conservação e sustentabilidade são as oficinas realizadas possibilitando acesso a informações, conhecimentos, técnicas e ações práticas.
 
Muito se fala em habitação, no entanto ter seu espaço físico ou um porto seguro vai além das normativas aplicadas em programas de habitação, seja ela rural ou urbana, devemos entender a questão da habitação como um fator que contempla a segurança pessoal elevando a auto-estima ou motivação partindo do indivíduo para o coletivo (família), possibilitando com isso uma realização em fazer parte do grupo que sonha em ter sua casa própria, seu espaço físico, seu porto seguro lugar este que nos incentiva todos os dias a realizar sonhos.
Programa de Educação Financeira
O Sistema Cresol compreende que a educação financeira contribui para a mudança de comportamento de seus cooperados, no planejamento e uso de suas economias, na melhoria da condição de vida familiar e consequentemente na interação e participação na cooperativa, tendo em vista que o cooperativismo solidário está comprometido com a administração das finanças pessoais e familiares de seus cooperados.
 
Neste sentido, o Instituto INFOCOS desenvolveu um material composto por cartilhas e caderno pedagógico que subsidiam tais momentos de formação e reflexão, sendo portanto utilizado por seu público, contemplado por crianças, jovens, mulheres, idosos, associados e associados em potencial. A metodologia é proposta pelos materiais, no entanto a cooperativa possui autonomia para usá-los nos momentos e na maneira que julgar mais pertinente e coerente à realidade e necessidade local.
Programa Novos Sócios

Tem por objetivo apresentar aos novos cooperados os produtos e serviços da CRESOL bem como seus direitos e deveres enquanto associados. Para isso, as cooperativas singulares devem promover encontros, utilizando o material construído pelo INFOCOS, tendo também a autonomia de utilizar-se de outros materiais e temáticas que julgar necessário abordar. Tais momentos proporcionam uma aproximação entre os cooperados e a cooperativa.

Programa de Extensão Rural
Esse programa de capacitação para técnicos da Extensão Rural e dirigentes de cooperativas agropecuárias da agricultura familiar se propõe a disponibilizar conhecimentos técnicos específicos sobre as novas necessidades de assessoramento técnico e agronômico à produção agropecuária, bem como, para o desenvolvimento de cadeias produtivas com maior sustentabilidade.
 
Busca desenvolver temáticas relacionadas às novas relações de trabalho e sucessão no meio rural, mudanças e inovações necessárias nas formas de organização e de domínio das cadeias produtivas, gestão e controle dos empreendimentos coletivos (cooperativas) e relações com os mercados, visando consolidar práticas de gestão econômica e estratégica que possibilite maior sustentabilidade.
 
Este projeto de capacitação técnica é desenvolvido no prazo de 12 meses, com calendário de atividades presenciais definidas no início do ano. Além dos encontros presenciais, propõe-se a execução de atividades complementares na modalidade a distância – EaD na plataforma Moodle, contemplando exercícios, trabalhos, textos complementares, intercâmbio, fórum de debates e avaliação, de forma que estas atividades terão carga horária complementar. A carga horária são 64 horas presenciais e 32 horas de ensino EAD, contabilizando 96 horas de capacitação.
 
Galerias
 
 
Instituto de Formação do
Cooperativismo Solidário - Instituto Infocos
Rua Nossa Senhora da Glória, 98 - Cango
85604-090 - Francisco Beltrão - PR
infocos@cresol.com.br
 
 (46)3520-1959
© 2018 Instituto Infocos - Todos os direitos reservados. Desenvolvido Grupo Mar Virtual.